#  DESTAQUES  #




Siga-nos no Facebook


Videos GHVS



















SERVIÇOS :: Médico Veterinários « anterior
Reprodução e Inseminação Artificial

O serviço de reprodução do GHVS oferece os meios necessários ao diagnóstico precoce das patologias reprodutivas e um acompanhamento contínuo da gestação dos nossos animais.

 

Reprodução e Inseminação Artificial

 

O serviço de reprodução do GHVS oferece os meios necessários ao diagnóstico precoce das patologias reprodutivas e um acompanhamento contínuo da gestação dos nossos animais.

Laboratório:

1. Citologia vaginal: através da realização de um esfregaço vaginal e a posterior observação em MO da citologia efectuada, podemos identificar a fase do ciclo reprodutivo, presença de anomalias ou infecção.
2. Doseamentos hormonais: medição da Progesterona e da LH.
O doseamento de Progesterona permite-nos determinar o momento ideal para cobrição / IA, momento do parto (gestação de risco ou cesariana electiva), distúrbios de fertilidade (cios silenciosos, quistos foliculares), prevenção de abortos, entre outros.
O doseamento de LH ajuda-nos a identificar o pico desta hormona e consequente início do período fértil e momento ideal pra cruzamento /IA.
3. Espermograma: contagem e avaliação do sémen para determinar a fertilidade do macho, antes da realização do cruzamento. Sempre que possível, deve ser realizado na presença da fêmea em cio para estimulação do macho e, por conseguinte, para aumentar a concentração espermática do sémen canino.

Imagiologia:
– Ecografia ovárica: Em cadelas que sofrem de problemas de ciclicidade ou de fertilidade, as ecografias ováricas permitem identificar perturbacões relacionadas com a ovulação, quistos e tumores ováricos. A ecografia uterina permite diagnosticar infecções uterinas (piometras), tumores uterinos, etc.

Ecografia prostática e testicular: possibilita o diagnóstico das patologias nos machos como o criptorquidismo (ausência de um ou ambos os testículos), HPB (Hipertrofia Prostática Benigna), tumores prostaticos e testiculares.

Ecografia como diagnóstico fiável de gestação e controlo da viabilidade fetal.

Radiografia abdominal: Permite a detecção de massas abdominais ou aumento uterino.
Possibilita a contagem fetal após o 45º dia.

Cruzamento e inseminação:
– Exame antes do cruzamento
– Inseminação artificial com sémen fresco
– Inseminação artificial com sémen refrigerado
– Inseminação artificial com sémen congelado

Para além dos meios de diagnóstico e técnicas referidas anteriormente, o GHVS-Hospital Veterinário possui também todos os meios para responder prontamente a emergências reprodutivas, como em situações de parto complicado e outras emergências cirúrgicas.

 

Quando castrar e porquê castrar o seu animal
A castração está indicada por volta dos 7 meses no cão e no gato. A esterilizacão das gatas está recomendada antes do primeiro cio (6 meses de idade). Nas cadelas depende da raça, raças pequenas atingem a maturidade mais cedo, daí fazer-se a esterilizacão mais cedo (6 meses de idade). Raças grandes atingem a maturidade mais tarde por isso a esterilizacão está recomendada logo após o primeiro cio ou aos 12 meses de idade.

A castração e a esterilizacão do seu animal doméstico apresenta vários benefícios a nível da saúde. Hoje em dia é considerado o método contraceptivo mais seguro.

No caso das fêmeas, a esterilizacão (remoção do útero e ovários), elimina o risco de aparecimento de piómetra (infecção uterina), neoplasia ovarica e uterina e ovários poliquisticos. Sabendo que os tumores de mama são altamente estimulados pelas hormonas reprodutivas (substancias libertadas pelos ovários), outra vantagem, é a diminuição da incidência do carcinoma mamário que ocorre tanto em gatas como em cadelas não esterilizadas e já de idade avançada.

A título de curiosidade a ocorrência de tumores de mama em cadelas que são esterilizadas antes do primeiro cio é de 0.05%. Cadelas esterilizadas entre o primeiro e o segundo cio e cadelas esterilizadas após o segundo cio apresentam, respectivamente. 8% e 26% taxas de ocorrência. Num estudo científico feito em gatas verificou-se que, fêmeas intactas com mais de 2 anos, apresentam um risco de aparecimento de tumor de mama 7 vezes superior ao das gatas esterilizadas antes do primeiro cio.

A castração dos cães apresenta como principal vantagem a prevenção da hiperplasia prostatica benigna (patologia prostática mais frequentes em cães velhos).

Nos gatos as principais vantagens residem no controlo comportamental como urinar fora do caixote e lutas entre gatos e  diminui taxa de atropelamentos visto que se tornam animais mais caseiros.

 

Cesareana de urgência no GHVS - Hospital Veterinário.         

Mais um sucesso do Centro de Reprodução e Inseminação Artificial do GHVS-Hospital Veterinário.
A  “XICA” é uma cadelinha Buldog Francês que fez Inseminação Artificial.
Ficamos muito contentes. Tem 6 bebés viaveis.